Disfunções pélvicas: Entenda porque a fisioterapia pode ajudar!

O assoalho pélvico é uma estrutura complexa, formada por músculos, ligamentos e fáscias. Localiza-se na pelve, entre o osso púbis e o cóccix. Tem as funções de suportar os órgãos pélvicos (bexiga, útero e reto) em suas posições anatômicas, manter a continência urinária e fecal, e tem um papel primordial na função sexual.

A disfunção do assoalho pélvico pode levar a diversos sintomas, como: incontinência urinária, incontinência anal (perda de fezes e/ou flatus), constipação (prisão de ventre), disfunções sexuais (dor ou dificuldades no intercurso sexual).

O tratamento fisioterapêutico tem o objetivo de reestabelecer a função dos músculos do assoalho pélvico, através de  técnicas e recursos específicos, como cinesioterapia, eletroestimulação muscular, biofeedback, terapia comportamental, entre outras, que ajudam em váriadas disfunções, proporcionando qualidade de vida e melhora da auto-estima do paciente.